Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


sábado, 4 de março de 2017

024 - O Crato de Antigamente - Por Armando Lopes Rafael.


A Farmácia Central foi – durante muitos anos – o ponto de encontro da elite pensante de Crato. Seu primeiro proprietário, José Alves de Figueiredo (Zuza da Botica) foi um misto de intelectual e político. Ele chegou a ocupar, interinamente, o cargo de prefeito de Crato; pelos jornais defendeu o Padre Cícero e o Beato Zé Lourenço (numa época que isso exigia coragem) e fazia poesias nas horas vagas.

Depois, Zuza da Botica passou a Farmácia Central para José Alves de Figueiredo Filho (ele aparece na foto, à direita, de terno e gravata), que foi um dos maiores intelectuais do Cariri, e entre tantos livros escreveu “Meu mundo é uma farmácia”, autobiografia e um resgate da velha Farmácia Central.

10 comentários:

  1. Armando.

    Como é prazeroso voce levantar na alvorada e se deparar com uma postagem dessas. Tomar conhecimento de pessoas ilustres e benfeitoras, que dedicaram as suas vidas pelo bem de nossa cidade e de nossa gente. Parabens.

    ResponderExcluir
  2. Caro Morais:
    Dizem que uma imagem vale mais do que mil palavras. É verdade!
    A Farmácia Central foi parte integrante do antigo Crato pois alí era ponto de encontro do que a sociedade cratense tinha de melhor. Funcionava como um instituto cultural.

    ResponderExcluir
  3. Armando Rafael,

    A Farmácia Central antiga, quando o proprietário era o meu avô Zuza da Botica, conheci através da leitura do livro de J. de Figueiredo Filho, "Meu Mundo é Uma Farmácia". Agora, essa da fotografia, quando o proprietário era meu tio José,tenho boas lembranças da minha infância. Estou reconhecendo Zeneuda, uma prima legítima de papai, que era funcionária da farmácia. Posteriormente Elisa, filha dela quando era uma mocinha, foi trabalhar lá a noite, pois estudava durante o dia. Toda noite eu ia para farmácia conversar e olhar Elisa trabalhar. Essa minha prima era uma grande amiga de infância. Ela faleceu em São Paulo, há uns dois anos.
    Parabéns pela postagem.

    ResponderExcluir
  4. Armando Rafael

    Elisa é irmã de Ermira. É a mais nova das filhas de Zeneuda.

    ResponderExcluir
  5. Quero agradecer ao Carlos Eduardo e a Magali o livro "Meu Mundo é uma Farmácia", esta preciosidade eu já havia procurado em um sebo em São Paulo mas só encontrei
    "Engenhos de Rapadura do Cariri".
    Armando, continue postando essas fotos antigas do Crato.
    Abraço a todos do Blog Sanharol.

    ResponderExcluir
  6. Glória, quando vi que você estava interessada, no primeiro momento pensei em fazer cópia. Lembra-se que falei isso? Só que Carlos se lembrou que uma colega nossa do curso de Biblia, uma senhora muito simpática, é proprietária de um sebo e já tinha nos dado o
    endereço. Então olha a sorte, só tinha um único e tinha de ser seu, que é uma cratense que merece, pois ama o Crato, apesar de morar longe.

    Abraços

    Magali

    ResponderExcluir
  7. Pois é, Magali, como já lhe falei esses livros do seu tio J. de Figueiredo Filho deveriam ser re-editados para as novas e futuras gerações.
    Um abraço
    Glória

    ResponderExcluir
  8. Como é saudavel ler o que voces escrevem deste passado glorioso do Crato. Parabens a todos.

    ResponderExcluir
  9. Sou um cara que gosta de ler sobre a história de cidades. Tenho alguns livros sobre a história de cidades pernambucanas. Existe na cidade de Pesqueira a Farmácia Santos que, ainda, possui vários instrumentos utilizados na farmácia em tempos passados. A Farmácia Santos tem na história o ato do Papa João Paulo I a ter visitado a farmácia quando era Cardeal. História interessante que o Irmão Antônio Cristóvão, meu Irmão Maçom, sempre conta aos que visitam àquela farmácia.

    ResponderExcluir