Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


sábado, 1 de julho de 2017

Imitação de Cristo 001 - Postado por Antônio Morais


Não te reputes melhor que os outros, para não seres considerado pior por Deus, que conhece tudo que há no homem.

Não te ensoberbeças pelas boas obras, porque os juízos dos homens são muito diferentes dos de Deus, a quem não raro desagrada o que aos homens apraz.

Se em ti houver algum bem, pensa que ainda melhores são os dos outros, para assim te conservares na humildade. 

Nenhum mal te fará te julgares inferior a todos; muito, porem, se a qualquer pessoa preferires. De continua paz goza o humilde; no coração do soberbo, porem, reinam o ciume e a irritação.

Tomás Kempis.

2 comentários:

  1. Morais:
    o livrinho “A Imitação de Cristo” cuja escrita é atribuída a Thomas Kempis constitui-se na obra mais difundida da espiritualidade cristã depois da Bíblia. O mínimo que se pode dizer é que este livro pode ser considerado um clássico da literatura cristã. Trata-se de uma coletânea de reflexões escritas em estilo simples, destinadas a alimentar a vida espiritual dos cristãos.

    A obra divide-se em quatro partes chamadas livros, subdivididos em pequenos capítulos: o primeiro, traz conselhos úteis para a vida espiritual; o segundo, traz exortação à vida interior; o terceiro, trata da consolação interior; e o quarto, do Sacramento da Eucaristia.

    Por se tratar de uma obra escrita, provavelmente, no início do século XV, espelha as características da espiritualidade da época: mais psicológica que intelectual ou moral; considera a humanidade de Jesus e o chama de amigo, a quem se dirige de forma coloquial.

    ResponderExcluir
  2. Armando - Eu tenho o livro e vou postar algumas de suas mensagens.

    Abraços.

    ResponderExcluir