Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


terça-feira, 31 de janeiro de 2017

011 - Preciosidades antigas de Varzea-Alegre - Por Antonio Morais.


Um crime passional abalou o Brasil em virtude do local da lesão e pela delicadeza que a imprensa usava para transmitir a noticia.

Nesse período Joaquinzão estava de férias em Várzea-Alegre quando ouviu a noticia pela Radio Cultura : "Mulher corta o membro do marido".

Voltando a Fortaleza, Joaquinzão se encontrava na casa de Valzenir Correia quando o Jornal Nacional começou e o repórter deu destaque : "Mulher corta o pênis do marido".

Terminada a matéria Joaquinzão falou indignado : "Arre égua, mas essa muié tá uma molesta dos cachorros. 

Lá na Rajalegre eu escutei o locutor da "Radia Cutura" dizendo que ela tinha cortado o membro do marido, agora no "Jorná Nacioná" tão dizendo que ela cortou "tombem o pênis". "Se num butar logo essa individa na cadeia é arriscado ela querer cortar inté o carái dele".

Fonte Mundim do Vale.

-

Um comentário:

  1. Não há outro lugar para o humor fluir naturalmente como em Várzea-Alegre. Por isso e não por outra razão somos a cidade mais alegre do Brasil.

    ResponderExcluir