Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


sábado, 31 de março de 2018

035 - O Crato de Antigamente - Por Antônio Morais.


Todo cratense nascido  da década de 60 em diante conheceu o cabo Toureiro ou conhece sua historia. Um policial honrado,  honesto e cumpridor  de seus deveres  que nasceu na cidade de Jardim e  viveu no  Crato onde servia a gloriosa policia militar do Ceará. 

Brando e humano, sério sem ser sisudo, enérgico quando necessário assim  conquistou  a admiração  dos cratenses. 

Conta a historia, que em homenagem  a sua terra natal,  no dia do município daquele ano, Toureiro  resolveu levar uma equipe de Crato para um amistoso  em Jardim. Já foi difícil encontrar uma equipe que  aceitasse o desafio, pois  a fama que rondava  a região era  que a torcida local era  violente e muitas vezes os visitantes  retornavam  com  cabeça  furada por apedrejamento.

Com a garantia de fazer a devida  segurança e também a arbitragem, Toureiro  convenceu  o Esporte Clube do Crato a fazer a homenagem. 

O jogo transcorria normal até Toureiro marcar um pênalti contra  o time local. Antes  que o sururu começasse Toureiro colocou a bola na marca da cal. Para surpresa nenhum jogador  do Esporte teve atrevimento de fazer  a cobrança de tanto  medo. Toureiro, o juiz não mediu  distancia : Bateu o pênalti  que convertido em gol deu a vitoria ao Esporte  pelo escore de 1 x 0, gol do juiz.

Cabo Toureiro já é falecido e era o pai do nosso amigo repórter, fotografo e cronista Wilson Bernardo a quem dedico esta postagem..  

2 comentários:

  1. Bom dia amigo Wilson Bernardo. Este foi o jeito de me lembrar do seu pai e meu amigo saudosa memoria.

    Receba o meu cordial abraço.

    ResponderExcluir
  2. Morais,
    Já num dos muitos aniversários de Dr. Raimundo Bezerra,médico cardiologista e também agropecuarista,com Fazenda na Serra do Araripe,que faleceu no meio de seu mandato de Prefeito de sua amada Cidade do Crato,Cabo TOUREIRO também se fazia presente.
    Nessas ocasiões rolava muita cerveja,muita conversas e fazia-se com frequência umas partidas de futebol com jogadores improvisados e alguns alcoolizados.Quem era o Juiz do jogo:claro que era o Cabo TOUREIRO,até que ele marcou uma falta de um jogador "melado" que não concordou da marcação e foi à margem do campo, aonde a torcida se encontrava e pegou uma faca e saiu em busca do juiz prá cortar os cabelos.
    Formou-se a confusão mas tudo não passou de brincadeiras entre amigos alegres ,com ajuda da cervejada,e do ambiente de congraçamento e descontração.
    O juiz da partida ,naturalmente, fez valer a sua marcação e deu continuidade à brincadeira.

    ResponderExcluir