Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

033 - Preciosidades antigas de Várzea-Alegre - Por Antônio Morais.

Mundim da Varjota.

Há quem diga, e, é a pura verdade que o Mundim da Varjota era tido como curto e grosso.

Certa feita uma senhora das bandas do Juazeiro, aparentando ter uns 40 anos, de passagem por Várzea-Alegre, se aproximou com um menino a tiracolo, estirou a mão disse de modo autoritário – Me dê uma esmola!

Mundim, então, admoestou a mulher dizendo: isso é jeito de pedir? Você está pedindo ou dando uma ordem?

Tenha mais humildade, seja mais prática. Assim você não vai ser bem sucedida na sua pedição.

A mulher recomeçou o pedido dizendo: Pelas cinco chagas de Cristo, pelo coração do meu "Padim Ciço", pela sua mãe que se já morreu está no céu, ajude com uma pequena esmola a alimentar os meus filhos sofridos, que Deus lhe devolverá em dobro.

Mundim fez elogios a mulher! Assim é que se pede, demonstrando necessidade, convencendo as pessoas pela humildade, e, mostrando merecedência.

Por fim, depois de toda essa peleja, essa aula de pedimento, gritou a todo pulmão: PERDOE!

5 comentários:

  1. Mundim vendia dindins (picolé de saquinho) e ou (sacolé) na cidade principalmente nos jogos de futebol. Certa feita alguém lhes perguntou seu Mundim é doce( Indagando se os dindins eram bem doces) Ele respondeu doce tem lá no café de Louzinha. Aqui é dindim bem gelado.

    ResponderExcluir
  2. Dizem que durante a noite o filho de Mundim da Varjota chorava e a mae do menino falou: Mundim balança aí o bichim um pouco. Mundim respondeu: eu mesmo não. A mulher insistiu: mas ele nun é nosso filho? É sim, e por que voce não vai balançar? Balance sua barte e deixe a minha chorando.

    ResponderExcluir
  3. Um vizinho de seu Mundinho precisou viajar e pediu que ele tomasse conta da casa. Alertou, porém, que a fechadura tinha um problema. Ele disse: não se preocupe. .. Ao retornar, o vizinho perguntou se tudo tinha transportado normal, ao que ele respondeu: tudo certo e a conta da nova fechadura tá lá em Zé de Menézio pra você pagar.

    ResponderExcluir
  4. Isabel Eliane - É prazeroso fazer uma postagem e receber um comentário como este seu. Agrega valores. Obrigado pela visita e pelo depoimento. Paz e bem.

    ResponderExcluir