Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


sábado, 21 de fevereiro de 2009

Mundim do Sapo.


Raimundo Alves de Menezes, Mundim do Sapo, esta era uma personalidade prestimosa. Talvez ninguém em nossa terra tenha sido tão solidário e humano. Tio Mundim do Sapo era também o mais bem humorado dos Várzealegrenses. Apesar de possui muitos bens nunca se ligou à matéria. Numa determinada época residia em Crato e resolveu fazer uma visita ao filho Jose de Anchieta, em Fortaleza.
As filhas não gostaram da idéia da viagem. Uninha dizia: papai o senhor não conhece Fortaleza e o taxista vai rodar o mundo e cobrar uma conta absurda. Clara dizia: o senhor deveria deixar para ir no inicio das aulas em Março quando eu for. Tudo girava em torno de uma possível exploração do taxista. Tio Mundim não quis conversa, foi à viagem. Chegou a Fortaleza, desceu do ônibus na Rodoviária procurou o táxi mais luxuoso, o mais novo, um opala de Luxo, que brilhava por fora qual um espelho e por dentro nem se fala. Entregou o endereço e rápido estava no destino. Pagou a conta e pediu um recibo para comprová-la.
De volta, as filhas perguntaram: quanto o senhor pagou do táxi? Sete reais, respondeu Mundim. Não pode, disse Clara, eu que conheço o trajeto paguei 20 reais na ultima viagem que fiz. Aqui está o recibo! Como foi? Perguntou Clara: Minha filha, disse Tio Mundinho, eu entreguei o endereço ao taxista e disse: vá ligeiro que eu estou com uma diarréia lascada, se você demorar eu vou cagar o seu carro todo. Daí por diante ficou por conta Dele, não respeitou sinal, contra mão, nada. Esta foto é de 1936, ano que se casou a primeira vez com Ana Brito Bitu de Menezes.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Detalhes.

O Blog do Sanharol, criado por Dihelson Mendonça ha exatos 30 dias, já teve a honra de receber a visita de vários amigos: Dihelson Mendonça, Carlos Eduardo Esmeraldo, Antonio Correia Lima, Socorro Moreira, Beto Fernandes, Luis Cláudio de Brito, Vicente Rodrigues de Almeida, Armando Rafael, Enio Menezes, Menezes Filho, Freitas Neto, Neide Menezes, Risomar Menezes, Prof. Zé Nilton, Licia Viana Bezerra, Elmano Pinheiro Rodrigues, Magali Figueiredo Esmeraldo, Maria Gloria Pinheiro, Claude Bloc, Anna Florença, Fernando Vieira de Souza, Ricardo Piau, Rodrigo Bezerra Bitu e outros. Agradeço sensibilizado a participação e colaboração de todos. Finalmente encontrei um vídeo com Detalhes que conseguir enviar. Ofereço a todos esses amigos e em especial ao Carlos Eduardo Esmeraldo que me cobra há um bom tempo.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Amigo Chico, descanse em paz.

È com muito pesar e tristeza que recebo a noticia do falecimento do meu amigo Chico de Amadeu. Chico se caracterizava pela capacidade de fazer amigos e conserva-los. Um artista na expressão da palavra. Extraordinário acordeonista, as famílias de Várzea-Alegre tinham a tradição de no casamento de um de seus membros convidarem o Chico de Amadeu para animar e tocar as suas valsas. Humilde e bom. Chico foi político, desempenhou com honra, ética e decência os mandatos concedidos pelos seus amigos a Câmara Municipal de Várzea-Alegre. Várzea-Alegre perdeu hoje um de seus filhos ilustres. Na foto em palanque na campanha de 1996 estou de microfone em punho, ao lado do Chico, a pedir votos para mais uma eleição do amigo a Câmara Municipal de minha terra. Descanse na paz de Deus Chico. Associo-me a família nesta ora de dor e sofrimento.
Blog do Sanharol.


Publicidade: Clínica São Raimundo - Cuidando com Carinho e Responsabilidade do Povo de Várzea Alegre !

O Blog do Crato tem o prazer de fazer a publicidade da Clínica São Raimundo, da cidade de Várzea Alegre - CE, que acredita no nosso trabalho como meio de buscar a integração regional. A Clínica São Raimundo é uma empresa conceituada. Comandada pelos renomados médicos Dr. Menezes Filho e da Dra. Ana Micaely de Morais Meneses. Especializada em pediatria, ultrassonografia, fisioterapia especializada, RPG.

Eis algumas fotos da nossa empresa/parceira que fazemos questão de divulgar:



Acima: A Logomarca oficial da Clínica São Raimundo, em Várzea Alegre.


Acima: O Médico, Dr. Menezes Filho em atividade.

Acima: Dra. Ana Micaely de Morais Meneses

Cuidando de seus pacientes com carinho e dedicação...



Clinica São Raimundo.
Rua Dep. Luis Otacilio Correia 129. Várzea-Alegre. Fone (088) 3541-1467.
Especialidade: Pediatria, ultrassonografia, fisioterapia especializada, RPG.

"Cuidando com carinho e responsabilidade do povo de Várzea Alegre !"

Anuncie no Blog do Crato.
Contatos:
blogdocrato@hotmail.com
Tel: 088-3523-2272

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Esses são os nossos netos. Ana Thais, filha de Claudia Daniela e Jose Eudes e o João Pedro, filho de Ana Micaely e Menezes Filho. Esses meninos tem estórias. Outro dia estávamos numa loja e a Thais queria uma coisa e a avó disse: Isso é coisa de adulto, não é coisa de criança e ela respondeu: vovó eu já sou quase uma pré-adolescente. E o João Pedro eu cheguei à fazenda ele pediu uma arapuca e eu fiz, pediu um bodoque eu atendi, do terceiro pedido em diante ele disse: vovô! Vovô é bom né! Rapaz avô ficou, no mundo, pra fazer o que os netos querem, respondi. No outro dia estávamos arriando uns cavalos para um passeio e o João Pedro cismou de não aceitar o cavalo dele, um mansinho. Queria porque queria ir noutro. O pai não permitiu. Já zangado gritou: vovô! Vovô disse que avô ficou pra fazer o que os netos querem, não foi? Pois eu quero andar noutro cavalo e papai não deixa. Isso aos quatro anos de idade, pode?. Pra não contrariar montei no cavalo com ele e fizemos o passeio. Estamos aguardando o Aluízio, que com a graça de Deus está pra chegar..


sábado, 14 de fevereiro de 2009

Bloco das piabas.

O bloco das piabas foi criado em Várzea-Alegre por iniciativa de algumas senhoras casadas que depois das lutas e labutas da casa durante o dia, também se achavam com o sagrado direito de se diverti. Esta foto é do inicio dos anos 90. Vemos Lais Holanda Costa e Nair a baixinha. Fantasia simples, muita animação e brincadeira. Era muito respeitado, afinal de contas era composto pelas esposas e pelas mães de todos os brincantes da cidade. De uns anos para cá foi desativado e esquecido. Este vídeo da Carmem Miranda cai bem com o Bloco das Piabas porque as foliãs só saiam para brincadeira quando davam à chupeta dos filhos e muitas vezes dos netos. Infelizmente a anarquia e a baderna de hoje contribuem para que muitos não tenham animo para participar das festas mominas


sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Educandario Santa Inês - Professora Eliza Gomes Correia


Se você foi aluno do Educandário Santa Inês em 1964, você está na foto. O grandão é Raimundo Alves ladeado por Maria Jose, sobrinha do Padre Otavio e do Galego de Luis Holanda. Em pé ao lado da professora está Pedro, meu irmão, falecido ano passado, e do lado dele está o Evaldo filho de Socorro Mirim. Derão está entre Jairo Filho e Viana Neto, os tres em pé na frente. Danilo de seu Adelgides Correia é o primeiro por tras, da esquerda para direita e o terceiro é Juvenal Carlos de Alencar, eu estou entre os dois, sou esse miudinho das orelhonas. Eram nossas colegas Tereza e Gracinha de Chico Francisco, Dondon de Pedro Maximo, Isabel de Manuel Caleiro, Maria Célia e Aldenizio de Jose Odimar, João Jr. de João Pimpim e outros que não lembro afinal fazem 44 anos. Elisa Gomes Correia nossa professora, nossa orientadora e amiga. Minha saudade, minha gratidão e agradecimento. Dificil amigos, é encontrar um varzeaalegrense que não seja um devedor de Dona Eliza.


quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Um deforete.


Nada há no mundo para marcar mais o ser humano do que a musica. Um dia o meu professor Manuel Batista Vieira definiu saudade como sendo: presença e ausência, ou seja, você traz para o presente o que lhe é ausente. Assim sendo a musica é saudade, porque têm a propriedade de resgatar as alegrias, as felicidades do acervo vivido outrora. 

 Quando cheguei a Crato, Março de 1969, nossa turma de colégio gostava de fazer tertúlia na casa de colegas. Tudo muito simples. Um emprestava a radiola de pilhas, aquele mais dengoso conseguiu com os pais a casa, e, os discos cada um trazia o seu. Nunca se passava das 10 da noite. Quando o dono da casa era mais liberal, tínhamos também, em cima da mesa, um caldeirão cheio de caipirinha. 

 Nós tínhamos uma colega muito bonita, que era também, uma especialista em dar fora em nego. Ela dava uma cordinha e quando o caboclo se aproximava levava uma tremenda mala. Um dia um colega confessou para mim e para a José Flávio  que estava pretendendo falar namoro com a talzinha. 

Nós demos uma boa corda. O José Flávio até ensinou um palavrado romântico a ser usado. Depois de uma talagada da caipirinha, o colega criou coragem, tomou chegada, e, partiu para a ação. Sem rodeios lascou: eu vi saber se você quer namorar comigo porque o Morais e José Flávio mandaram! - Ela respondeu no ato: volte e diga pra eles que eu não quero. Foi a mala mais bem aplicada que vi. O colega saiu atordoado, morava prum lado e saiu em outra direção.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Um instante maestro.

Criado a meu pedido, por Dihelson Jose Mendonça de Souza, em 21.01.2009, o Blog do Sanharol já teve a honra de receber a visita de vários amigos: Dihelson Mendonça, Carlos Eduardo Esmeraldo, Antonio Correia Lima, Socorro Moreira, Beto Fernandes, Luis Cláudio de Brito, Armando Rafael, Enio Menezes, Menezes Filho, Freitas Neto, Elmano Pinheiro Rodrigues, Magali Figueiredo Esmeraldo, Maria Gloria Pinheiro, Claude Bloc, Anna Florença. Agradeço sensibilizado a participação e colaboração de todos.
Bem, pra quem não conhece, sanharol é uma pequenina abelha, não tem ferrão, e é muito zangada. Gosta de se enrolar nos cabelos, entrar no ouvido e nariz, é impingenta. Há aproximadamente 150 anos nas proximidades da casa do Jose Raimundo Duarte, do sitio sanharol, tinha um exame e daí o nome do lugar que é conservado até hoje. Com o objetivo de prender a atenção dos amigos ao blog, recuo ao inicio da década de 1980, quando o Flavio Cavalcante nos deleitava com Regra Três. Toquinho no violão e o Vinicius com um copo na mão mexendo os cubos de gelo com os dedos. Eita tempo bom.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Isturdia.


Várzea-Alegre. Creva. Escola de Samba Unidos do Roçado de Dentro. Escola de Samba Mocidade Independente do Sanharol. Bloco das piabas. Bloco os Bonitinhos. Jose Clementino do Nascimento. Pedro Souza. Mestre Chagas. Rafael. Muitos amigos reunidos. Um baita carnaval, tempo de encontros e juntar a família na casa do Sanharol, 09 filhos ao todo. Animação e bebida pra valer, meu pai se aproxima da turma na alpendrada da casa com um pratinho na mão misturando um arroz com sarapatel de carneiro e entra na conversa. Era sua característica dominar e atrair a atenção de todos quando falava. Na minha avaliação, disse ele, existem duas coisas que não se entendem! Bebida e besteira. Quando a bebida começa a entrar a besteira começa a sair. Acrescentou que nada no mundo há que tenha mais sorte do que bêbado. “Isturdia” houve um acidente grave e todos saíram ilesos e não havia como avaliar quem estava mais cheio da cana. A namorada do meu irmão, uma metida a besta, dando uma de engraçada perguntou: André o que é Isturdia? O meu pai ouviu e explicou: minha filha, “isturdia” é domingo que passou e daqui uns dias é domingo que vem. Ela ficou encabulada, mas aprendeu que “isturdia” é coisa do passado. E nós continuamos a tomar cerveja enquanto chegava à hora de ir ao Clube. Este vídeo deu um trabalho danado, mas valeu pelas lembranças e saudades contidas.

domingo, 1 de fevereiro de 2009

Medo

Em seu protesto, Manuel Antonio foi muito corajoso porque naquela época como hoje em dia, mui raro, as pessoas se colocam contrárias às decisões das autoridades religiosas que agem em nome da Igreja, em nome de Deus. Ninguém, absolutamente ninguém encara ou condena os comportamentos de religiosos que muitas vezes se conduzem de forma a afrontar o que determina os mandamentos que regem a doutrina da Igreja. Estão enquadradas como sedutoras principalmente autoridades políticas que na quase totalidade oferecem todo tipo de cortesia, favores e por esses meios acabam por ter o prestigio e 0 poder da simpatia da igreja em beneficio próprio. E pior, muitos religiosos se colocam a serviço de uns por um tempo e depois os deixam e passam a formar com outros num vai e vem de posições sem justificativas, apenas por prazer, magoa e sentimentos ruins e interesseiros. O envolvimentos de lideres da Igreja Catolica com a politica enfraquece a igreja e divide os fiés. Já em 1920 Manuel Antonio fazia o seu desabafo em versos que postarei oportunamente.