Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Cid Gomes apavorado com temor de ser preso após divulgação da delação da Odebrecht - Ceará News7.

Investigadores da Lava Jato devem divulgar documentos na primeira quinzena de fevereiro.

Cid Gomes apavorado com temor de ser preso após divulgação da delação da Odebrecht

A carreira política do ex-governador Cid Gomes (PDT) pode não sobreviver a 2017. 

Após virar, nas primeiras semanas do ano, réu na Justiça Federal pelos empréstimos irregulares tomados junto ao Banco do Nordeste (BNB), o nome do pedetista estará entre os citados na delação da empreiteira e passará de vez a figurar na mira da Lava Jato e Cid corre o risco de ser preso.

O ex-ministro da Educação foi citado na planilha da propina da empreiteira sob o codinome "O Falso", ao lado da soma de R$ 200 mil. O cenário ainda pode piorar para o ex-governador. A Camargo Corrêa decidiu seguir o caminho da Odebrecht e fazer nova delação, citando, entre outras obras, a construção da nova avenida Beira Mar. A empreiteira ainda está ligada às obras do Metro de Fortaleza.

Réu na Justiça Federal, as denúncias contra Cid devem jogar pá de cal sobre os planos políticos do cearense de concorrer ao Senado em 2018, e acabar com o sonho do irmão Ciro Gomes (PDT) como candidato à presidência.

Um comentário:

  1. O Ceará News7 deve está equivocado. Eu não acredito nesta versão.

    ResponderExcluir