Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


quarta-feira, 1 de março de 2017

Foro Privilegiado: Dosimetria do STF – por Paulo Rodrigues de Moura (*)

O sonho de muitas pessoas é ser julgadas pela Suprema Corte do País, em especial a classe política, que tanto luta pelo foro privilegiado. São malfeitores trabalhando em causa própria – senão por que temeriam ser tratados como o restante da população brasileira?
Para os nobres ministros do STF não há diferença entre quem rouba um pote de manteiga e quem desvia bilhões dos cofres públicos. Chegando ao Supremo os dois casos, é bem capaz de condenarem quem roubou a manteiga e o que desviou milhões ser escoltado até sua residência. Os políticos só querem foro privilegiado por saberem que o STF não pune ninguém, deixa prescrever os processos. Que vergonha.


(*) Paulo Rodrigues de Moura – E-mail: paulorodriguesmoura@hotmail.com

Um comentário:

  1. Bom dia prezado amigo Armando Rafael - Eu considero o STF para justiça assim como a UTI para saúde. A última instância. Quem quer ir para a UTI se não há mais depois dela para quem apelar? Assim é o STF se a corte fosse seria e julgasse quem desejava ser julgado por ela, se depois dela resta apenas o xadrez? O STF é imoral, os ministros também segundo José Neumani Pinto falou para o ministro Marco Aurélio Melo. O Brasil todo viu.

    ResponderExcluir