Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


domingo, 30 de abril de 2017

Perdendo a credibilidade que já não existia - Por Antônio Morais.

Moldura decorativa.

Tenho evitado fazer postes políticos na minha pagina do face. Não quero emboança com desrazoados. Quem sai as ruas, quebra patrimônio alheio, bate e apanha contra a reforma trabalhista e previdenciária não vê a ameaça que o Brasil  corre de se tornar um Rio de Janeiro, que já não pode pagar os seus aposentados. 

Problemas muito maiores e vergonhosos temos outros, e, o brasileiro não move uma palha contra. Quer saber?

Elke Batista, aquele menino traquino que do nada se tornou a sétima  fortuna do mundo, com dinheiro roubado dos cofres públicos estava na cadeia e foi solto pelo ministro do STF Gilmar Mendes. 

Você sabe quem faz parte da banca de advogados do Eike? Dona Guiomar Feitosa Mendes, esposa do ministro Gilmar Mendes. Juiz bom é Gilmar Mendes. 

Uma juíza de férias, em Paris, mandou soltar a mulher do Sérgio Cabral porque ela  precisa dar de mamar a um filho de 12 anos, essa juíza é que está certa. 

Sérgio Moro confiscou 250 milhões roubado por Eike Batista e Sérgio Cabral, mandou pagar os aposentados do Rio de Janeiro,  é quem está errado. Isso sim se constitui uma vergonha que merecia você sair as ruas contra. E, você não sai.

2 comentários:

  1. O Brasil e os brasileiros não merecem Sergio Moro.

    ResponderExcluir
  2. Quando chegará a vez de se investigar esse ministro?

    ResponderExcluir