Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


segunda-feira, 24 de julho de 2017

Quatro coisas que não podem ser recuperadas - Postagem do Antonio Morais.

Uma jovem estava a espera de seu vou, na sala de embarque de um grande aeroporto. Como deveria esperar varias horas, resolveu comprar um livro para passar o tempo. Comprou, também, um pacote de biscoitos. Sentou-se numa poltrona, na sala Vip do aeroporto, para poder descansar e ler em paz. Ao lado da poltrona onde estava o saco de biscoitos sentou-se um homem, que abriu uma revista e começou a ler.

Quando ela pegou o primeiro biscoito, o homem também tirou um. Sentiu-se indignada mas não disse nada. Apenas pensou: Mas que atrevido! Se eu estivesse com disposição dava-lhe um soco no olho, para que ele nunca mais se esquecesse desse atrevimento.

A cada biscoito que ela pegava o homem também tirava um. Aquilo foi-a deixando cada vez mais indignada, mas não conseguia reagir. Quando restava apenas um biscoito, ela pensou: Ah. o que vai esse abusado fazer agora? Então, o homem dividiu o ultimo biscoito ao meio, deixando a outra parte para ela. Ah! Aquilo era demais. Ela estava soprando de raiva.

Então, pegou o livro e o restante de suas coisas e dirigiu-se para a porta de embarque. Quando sentou confortavelmente numa poltrona, já no interior do avião, olhou para dentro da bolsa para tirar os óculos. Para sua grande surpresa, viu intacto o pacote de biscoitos que tinha comprado. Sentiu imensa vergonha. Percebeu que quem estava errada era ela. Tinha-se esquecido que tinha guardado os biscoitos na sua bolsa.

O homem tinha dividido os biscoitos dele com ela, sem se sentir indignado, nervoso e revoltado. Entretanto ela tinha ficado muito transtornada, pensando está a dividir os biscoitos dela com ele. E já não havia ocasião para se explicar nem pedir desculpas.

Existem quatro coisas que não podem ser recuperadas:

01 - A pedra depois de atirada.
02 - A palavra depois de proferida.
03 - A ocasião depois de perdida.
04 - O tempo depois de passado.

Um comentário:

  1. A humildade triunfa sempre, e, o orgulho e vaidade não levam a nada.

    ResponderExcluir