Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


sábado, 25 de outubro de 2014

Do Blog do Sanharol para Claude Bloc.


Aos 14 anos, professora de francês nos melhores colégios de Crato.


Convite enviado a sociedade cratense, a época, para o baile de 15 anos no Crato Tênis Clube.


Descontração com os netos Victor e Natalia.
Saudação do Blog do Sanharol.

Por duas vezes, estive na residência dos pais da Claude - casal Hubert Bloc e Dona Janine no inicio dos anos 70. Não me recordo de tê-la visto. Nunca vi casal tão nobre, simples, cortez e de tamanha brandura quanto aquele. A primeira vez na casa do Pimenta, vizinho ao Felipe Ribeiro e ao seu Orestes Costa, e, a segunda vez na Fazenda Serra Verde.
A Claude conhecia os seus escritos, suas belas fotografias e seus agradáveis poemas no Blog do Crato. Fui convidado a participar de uma oficina de artes e poesias lecionada por ela na Universidade Regional do Cariri. Ali a conheci pessoalmente, e conferi suas grandes qualidades: Humildade ilimitada e a estremada capacidade de ser leal aos amigos. O Blog do Sanharol se sente feliz com sua presença e agradece por sua importante colaboração.
O vídeo - nada de musica francesa – canta Clã Brasil com toda sua graça e simpatia.
A. Morais

video

26 comentários:

  1. Prezada Claude.

    Esta é mensagem do Sanharol e de todos que o fazem pra voce. Simples, singela, mas muito sincera. Obrigado pela colaboração para com o Blog.

    ResponderExcluir
  2. Claude.

    Bem que podia ser o Salvatore Adamo, mas a escolhida foi do Cla Brasil. Banquete dos signos e Disparada, a campeã dos festivais com o Jair Rodrigues. A escolha foi da Magnolia Fiuza, se gostou agradeça a ela se não gostou não diga nada.

    JP.

    ResponderExcluir
  3. Claude

    Suas postagens embelezam o Blog.

    Thays Mamedio.

    ResponderExcluir
  4. Morais:
    Lembro-me da fase de Claude vista na primeira foto acima.
    Era uma mocinha educada, bonita e tímida, com um nome poético: Claude Marie Bloc Boris (quando pronunciado no francês: Clôde Marri Blóc Borris).
    Ouvi, muitas vezes, rapazes adolescentes da minha convivência comentar o charme de Claude. Ela não dava bola para a turma.
    Teve um, colega dela no Ibeu, que a ouvi dizer em sala-de-aula: “I like dogs”. Ele, de chofre, disse em voz alta: I’m a dog...
    Claude enrubesceu, como sempre fazia quando uma coisa a surpreendia...
    (Anos depois Falcão cantava em inglês a música de Waldick Soriano, (“I'm not dog no, for live so humble”...) quebrando o élan poético ocorrido no Ibeu.
    Ó maré, ó tempore...
    Mas voltando aos dias de hoje. Claude merece esta homenagem do Blog do Sanharol.
    Associo-me a ela...

    ResponderExcluir
  5. É JP dificil a Claude ficar calada,as músicas são das melhores.
    Peço licença para deixar aqui um recadinho para João Pedro: meu filho
    Rodrigo,de 6 anos vai ficar na casa da Vô no Sanharol.Ele conhece todos do blog.

    ResponderExcluir
  6. Digitei errada a expressão latina: "o tempora, o mores" ( que significa "que tempos, que costumes!")
    Na verdade, mesmo nesses novos e medíocres tempos e novos costumes atuais, se Falcão tivesse presenciado aquele inocente momento no Ibeu, não teria desconstruído a poética do “I’m a dog”.
    Concorda meu amigo Carlos Eduardo?

    ResponderExcluir
  7. Luiz Lisboa.

    Diga ao Rodrigo que vou mandar fazer dois cavalos de pau para nós pegar pareias. Como as nossas casas são perto uma da outra vamos nos encontrar com certeza.

    Valeu Luiz.

    JP.

    ResponderExcluir
  8. JP:creio que ele fica só hoje por ai amanhã ele volta para a Paraiba.

    ResponderExcluir
  9. Morais,

    Claude merece muito essa homenagem. Fui amiga de infância de Claude. Meus pais eram amigos dos pais delas, além de serem companheiros de Rotary. Fui várias vezes à Serra Verde, assim como ela frequentou minha casa. Brincamos muito na infância. Ela era uma amiga maravilhosa, muito educada, gentil e de muito caráter. Depois que ela veio morar em Fortaleza, perdemos o contato e nos reencontramos através do Blog do Crato. Tenho muito orgulho de ser sua amiga, pois ela continua sendo uma pessoa com todas as qualidades que citei acima. Parabéns a você e a Claude.

    ResponderExcluir
  10. É...

    Tudo que podemos dizer sobre Claude Bloc, é o que já vimos neste Blog e nos 30 minutos de convívio que curtimos no último dia 22.

    Sempre nos maravilhamos com o conteúdo de seus escritos, seja contando um causo, seja por seus poemas e poesias, ou pelos seus relatos, através do Túnel do Tempo, relativos à sua juventude aqui na Região do Cariri.

    Mas, ao nos encontrarmos, percebemos que ela é bem mais, marca muito mais.

    Ela é como uma estrela flamejante, um raio de luz, de cuja passagem a gente nunca esquece. Sua alegria é contagiante, e nos envolve indelevelmente.

    Deixamos, pois, de sermos amigos virtuais, e doravante seremos amigos visuais.

    Um grande abraço para a Claude.

    Vicente Almeida

    ResponderExcluir
  11. Minha gente do céu,

    Vocês imaginam a emoção que estou sentindo hoje?

    Pois é, ainda sou a "menina tímida", viu? Ainda fico corada quando surpreendida com elogios, com uma homenagem dessas, por exemplo.

    Armando,Carlos Eduardo deixou de ser "the dog" e passou a ser "the prince" (o príncipe) de Magali.

    E depois disso, tantas águas rolaram debaixo dessa ponte, tanta história foi escrita, tanta dor foi superada, tantas alegrias foram abastecidas pelo amor familiar...

    É, mas tudo foi um aprendizado e o resultado disso se resume nessa colheita que estou fazendo: amizades foram pontuando meu caminho, muito trabalho foi me tornando produtiva, e de uma coisa posso me orgulhar: nunca perdi a simplicidade que me foi passada pelo exemplo dos meus pais.

    Hoje me vejo aqui recebendo este abraço do Sanharol e não posso impedir qua lágrimas de alegria alaguem meus olhos. É uma emoção verdadeira que compartilho com todos vocês.

    Agradeço de todo coração esta homenagem e entrego a vocês, em troca, minha amizade verdadeira e sincera.

    Um dia ainda vou abraçar todos vocês pessoalmente em retribuição a essa alegria imensa que me trouxeram aqui.

    Abraço redobrado a todos.

    P.S.(Morais, você é demais)

    Claude

    ResponderExcluir
  12. A música???

    Adorei!!!!!!

    Obrigada mais uma vez

    ResponderExcluir
  13. Claude:

    Eu falei para o JP que vc não ficaria calada, as músias são excelentes só que acabei deixando uma lacuna.Perdoi-me.
    Parabéns vc merece.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  14. Claude

    Você disse que amava o Crato. O Crato também te ama.

    E essa turma que te homenageia, é uma turma feliz com o privilégio de te ter como amiga.

    Eu estou no meio dela.

    Valdênia Almeida

    ResponderExcluir
  15. ACRÓSTICO PARA CLAUDE BLOC

    Cismei, eu, de conhecê-la, outro dia
    Logo após, comprida pauta de leitura e
    Antevendo uma pessoa de cultura
    Ululei um brado forte em melodia.
    Demonstrei, nessa manhã, a fantasia
    E a minha requintada devoção.
    Borbulhando de vaidade e de emoção
    Lembrarei, muito, a feição dessa parada,
    Onde eu vi uma aventura planejada
    Conduzir-me à essência da razão.

    O Blog do Sanharol se sente muito honrado em homenajear uma figura humana tão digna da nossa atenção e do nosso respeito. A professora, poeta, cronista e amante da natureza Claude Bloc merece todas as honras e muito mais.
    Um abraço fraterno.

    ResponderExcluir
  16. Meu abraço para Claude que tão brilhantemente colabora com o Blog.
    (Ela foi colega de escola de minha mulher, Dulce, no Crato)

    ResponderExcluir
  17. Franco-nordestina,
    Conheci menina
    Pimenta a baixo e a cima
    Quando passageiro
    Montado na mula.

    Gente do estrangeiro,
    Dizia meu pai.

    Boca do Lameiro...

    Na tua morada,
    Solta na parede
    Toda reluzente
    Uma jumentinha
    Eterna pastava.

    Gente do estrangeiro
    Gente nordestina
    E essa menina
    Continua lá.
    Na minha memória
    Hoje passageira
    Por essas lembranças.

    Para Claude Bloc
    Franco-nordestina
    Que bom que inda tenho
    Nas minhas retinas.

    ResponderExcluir
  18. CLAUD É MUITO TE-LA COMO MEMBRO DA FAMILIA BLOG DO SANHAROL AS SUAS POSTAGENS NOS TRANSMITEM UMA CALMA E UMA PAZ. QUE VOCE CONTINUE NOS TRAZENDO BELAS POSTAGENS PARABENS

    ResponderExcluir
  19. Esta é uma homenagem mais do que merecida a Claude Bloc.

    ResponderExcluir
  20. Claude bloc já nasceu para brilhar. E eu só tive a oportunidade de conhecê-la através do blog do sanharol. Ela já fazia sucesso, mas eu, particularmente, descobri através desse blog.
    Conhecer pessoalmente seria para mim uma honra!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  21. Claude, a observação do convite: proibido discursos,já pensou se fosse livre.Ninguém ia dançar com tanta gente falando.Boa idéia.Parabéns.

    ResponderExcluir
  22. Claude

    Que esta justa homenagem lhe renda bons contratos como professora de Português, Francês e Inglês nas Universidades do Crato e Juazeiro. Que isto possibilite a a realização dos seus desejos,se fixar no Crato definitivamente.

    Armando: Há mais de 50 anos eu era muito gaiato e disse aquela brincadeira. Corri um enorme risco de receber uns sopapos do professor, ele sim, interessadíssimo nela.
    Parabéns a Claude

    ResponderExcluir
  23. Eita que aqui tá é movimentado! Mas não poderia ser diferente, sendo a Claude Bloc a nossa homenageada de hoje.

    Tive o prazer de Conhecer a Claude Bloc há poucos anos, quando esta finalmente veio ao Crato, uma poetisa de mão cheia, pessoa humana extraordinária, sem falsidades, eu diria até uma palavrinha que marcou: ELA É TRANSPARENTE. Isso é muito, quando se sabe que nem sempre essa coisa é possível.

    Claude é minha amiga de todas as horas ( celular sempre à espreita ), colega dos piqueniques de jardim e até de outros lugares ( rs rs ), fotógrafa de uma sensibilidade rara, adora retocar fotos, dando outra característica que valoriza o trabalho original.

    Claude é amiga, é inteligente, é sincera, mulher de uma palavra só e de uma cara só.

    Eu sou uma pessoa feliz porque finalmente pude entender a Claude, sintonizar os pensamentos dela. Administradora junto com outra grande Amiga Edilma Rocha do Blog Cariricaturas, que agora está excelente, Claude não perde tempo. A sua energia vital é impressionante.

    Agradeço até hoje a visita que ela me proporcionou à Serra Verde, quando nos divertimos, estivemos em contato com a natureza.

    Aliás, Claude, neste tempo de chuva, a Serra Verde deve estar verde e precisando que a gente volte lá...

    Abraços,
    Bjus!

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  24. Amigo A. Morais, um homenagem mais do que merecida e eu não poderia deixar de participar, pois conheci a Fazenda Serra Verde e a sua rapadura deliciosa. A poesia de Claude Bloc enriquece o blog do Sanharol, Caricaturas e o blog do Crato, para citar tão-somente os que eu gosto de acessar diariamente. Pois,lá encontro os belos poemas da Claude, retratando em prosa e versos, como ninguém, as coisas do cariri e do sertão nordestino. A Claude é a francesa mais sertaneja do mundo.

    Que deus abençoe a filha de Seu Hubert Bloc e Dona Janine.

    Raimundo Nonato Rodrigues, o paraibano.

    João Pessoa, 25 de janiro de 2011.

    ResponderExcluir
  25. Desculpem pela demora em dar continuidade aos comentários, mas como vocês sabem, a gente precisa achar teto e trabalho quando quer começar uma nova vida...

    Hoje, para mim, foi o dia dos contatos, dia das chuvas, dia de boas perspectivas.

    Mas , saibam, toda essa energia positiva a mim dirigida aqui foi, sem dúvida muito positiva, pois que algumas luzes hoje se acenderam e já estou com uma casa em vista e trabalho em encaminhamento.

    O que posso dizer diante de tanta alegria? O que dizer no efervescer de tanta emoção? O que eu disser nunca será suficiente para agradecer a todos vocês.

    O Acróstico de Dr. Sávio me elevou ao alto... Nunca recebi tanta sincera gentileza e tanta beleza reunida num escrito...

    Zé Nilton, me fez sonhar com a menina que fui, com as boas lembranças nunca esquecidas. Com os vais-e-vens de um menino sonhador. Com a vida leve de um tempo muito especial.

    Carlos e Magali, esta dupla a quem tanto estimo, presentes desde sempre na minha história.

    Dihelson e os famigerados pique-niques... que são apenas um prenúncio de outros tantos mais...

    Vicente e Valdênia um par de gentilezas. Uma gente tão amiga e cativante.

    João Pedro, Tahys, Morais a família-eixo do Blog Sanharol, uma presença que só engrandece a gente.

    Magnólia "musical", a movimentadora do blog, sempre certeira e cativante em suas mensagens.

    Armando e seu bom humor, um "gentlemman", um amigo atencioso e extremamente cortez..

    Luiz Lisboa, Xico,Claudio e André... personagens sempre presentes no Blog... Responsáveis por parte dessa alegria tão espontânea que o Sanharol divulga...

    Dr. Rolim, Francisco Gonçalves... Grandes colaboradores, argumentadores e lapidadores de palavras... obrigada.

    Nonato, o menino sensato e observador do mundo... Uma caminhada que traz um pedaço de minha própria hisória

    Obrigada por essa felicidade de poder estar entre vocês e poder extrapolar hoje esses limites de minha emoção juntamente a todos...

    Mais um abraço, mais um carinho...

    Claude

    ResponderExcluir
  26. Dommage, Claude, cheguei atrasada e como já se disse tanto aqui deixo meus parabéns pela bela homenagem e a certeza de ma profonde amitíé.Abraço Fafá

    ResponderExcluir