Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Bodas de ouro - Antônio Morais

Januário e Rosária fizeram 50 anos de casados. 

Bodas de Ouro não é brinquedo não, é prêmio que Deus concede a poucos. 

Os filhos do casal doaram de presente a estadia de uma semana no mesmo Hotel que os recebeu "dantes cinquentanos" para a lua de mel.

Acomodados no quarto do Hotel, o Januário se deitou na beirada da cama quase caindo. Do outro lado, bem do aceiro, Rosária reclamou : é danado naquele tempo nós ficamos bem agarradinhos. Lembra?

Januário, achando ruim como diabo se abufelou com a mulher. 

Rosária se queixa mais uma vez : Naquele tempo você dava umas mordidinhas na minha orelha!

Januário se levantou enfezado feito um "siri na lata" e saiu na direção do banheiro bufando de raiva.

Rosária perguntou : Ficou com raiva, ele respondeu : não, vou botar a dentadura, Veia besta.

Um comentário:

  1. Brincadeira. Quanto mais tempo de vivencia maior a amizade, o carinho e o afeto.

    ResponderExcluir