Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


sexta-feira, 21 de agosto de 2015

O aleijadinho!

De repente, o leão salta da jaula, e vai para cima do público. Dentes rugidos à mostra. Bate o pavor. As pessoas começaram a correr. Caos total.

Um aleijadinho, de cadeiras de rodas, se esforçava para sair dali. Alguns, ao verem o pobre deficiente, gritavam para acudir:

- Olha o aleijadinho! Olha o aleijadinho!

O aleijadinho manobrava desesperadamente sua cadeira... e o bichão chegando.

- Olha o aleijadinho! Olha o aleijadinho!

E o aleijado, sem poder aguentar gritou:

Bando de fela da puta...! DEIXEM O LEÃO ESCOLHER SOZINHO!

Um comentário:

  1. Tinha razão o aleijadinho. A escolha devia ser do leão. Pra quer mostrar.

    ResponderExcluir