Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


quinta-feira, 28 de julho de 2016

Na Praça Siqueira Campos - Por Antônio Morais


Nos bons tempos da Siqueira Campos, Francisco Justo, Luiz Américo Sobrinho, Dr. Jefferson Albuquerque, Euclides Francelino de Lima, Orestes Costa e Maildes Rodovalho levavam um lero depois de uma acalorada plenária do Rotary Clube do Crato. 

Determinada hora, a discussão descambou para economia, inflação, divida externa, uns a favor, outros metendo o pau no governo. 

O ranso regional contaminou a conversa e o Maildes falou: A renda per capta do Crato é muito superior a do Juazeiro do Norte. Luiz Américo Sobrinho zuou com Maildes - tu sabes o que é renda per capta?

E, Maildes, renda per capta é, ren, ren, ren, renda per capta é, é - todos riram com o gaguejado e, o Maildes virado num siri sapecou : Renda per capta é a puta que pariu.

Foi riso a granel.

2 comentários:

  1. O espaço público de uma praça proporciona aos habitantes de uma cidade ter uma tribuna livre para exercer sua cidadania. Proporciona ao cidadão assumir papel de protagonista na vida da comunidade... A Praça Siqueira Campos foi isso durante muitas décadas. Hoje só se vê pessoas desfrutando do seu espaço na parte da manhã.
    Mudaram os tempos! Para pior...

    ResponderExcluir
  2. Verdade Armando - À tarde alguns transeuntes e a noite um verdadeiro deserto.

    ResponderExcluir