Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


segunda-feira, 12 de março de 2018

016 - O Crato de antigamente - Por Antônio Morais.



Quando Filemon Fernandes Teles era prefeito do Crato,  uma família  do sitio Cipó dos Tomás  tinha uma verdadeira aversão ao prefeito, uma  raiva doentia e sem motivação  aparente. O coronel não tinha conhecimento.  Mas  todos sabiam inclusive o motorista.

Um dia chegou  aos ouvidos  do prefeito a verdade  e, ele  chamou o motorista e ordenou : abasteça o carro que amanha eu vou fazer uma visita a uma família no Cipó dos Tomás.  O motorista contou o que sabia a respeito.  Mesmo assim   Filemon  foi a casa do  eleitor desafeto.  Quando o carro parou todos adentraram a casa, ficou só o dono da casa na porta  fechada a parte de baixo.

O Cel Filemon disse - eu vi aqui porque soube que  você tem  uns filhos  bons,  honestos e trabalhadores e eu estou precisando de duas pessoas assim para trabalharem comigo na prefeitura.

Já se ouviu  o flabelar das asas da galinha que a mulher abatia para o almoço. E, o dono da casa exigiu : O senhor  não pode ir embora sem antes comer uma galinha que  a mulher acaba de  matar para o almoço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário