Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


domingo, 26 de fevereiro de 2017

034 - Preciosidades antigas de Várzea-Alegre - Por Antônio Morais.

Esta foto do Luiz Marcelo me leva ao tempo do seu pai, o meu amigo, parente e camarada Miguel Marcelo de Brito. Ali a honestidade nascia do berço, da índole, do coração.

No começo, em sua rural levava e trazia os varzealegrenses que tinham ligações com o Crato. 

Tempos mais tarde, com um caminhão três quartos misturava mercadorias e gente no mesmo barco atendendo aos mesmos interessados.

No tempo da rural, João Francisco se achegou dele e perguntou : Quanto você cobra  para ir buscar minha sogra que está chegando  do Rio de Janeiro no aeroporto de Juazeiro do Norte? 

Miguel  respondeu solicito : 200,00. 

João Francisco contratou o serviço.

E, na possibilidade  de haver algum desencontro e eu voltar sem  trazer a sua sogra, perguntou Miguel  Marcelo!

João Francisco  baixou sentença : eu lhe pago 400,00.

Duas características desses  varzealegrenses : a prevenção do Miguel Marcelo e  o amor  que o João Francisco tinha pela sogra.

Um comentário:

  1. Tudo muito bem esclarecido. Com os dois não haveria duvidas. Honradez e caráter de sobra. O que está a faltar a muita gente hoje.

    ResponderExcluir