Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


domingo, 2 de abril de 2017

Curso de Admissão ao Ginásio - Por Antônio Morais.


Foto em encontro  recente - Cesário, Antônio Morais e Dr. Humberto Macário.

Talvez a experiencia mais bonita que vivi foi quando decidi com o Cesário Saraiva Cruz criar um curso gratuito de Admissão ao Ginásio  para os alunos carentes da periferia do Crato em 1969. tínhamos 17 para 18 anos.   

Contávamos com as instalações  da Escola 18 de Maio, 08 salas, uma secretaria e um auditório. Cedidos pela benevolência  do presidente da União Artística Beneficente do Crato, Afrodísio Nobre da Cruz. 

A disposição nossa e de outros colegas de ensinar, e, como complemento para o material e merenda escolar fizemos uma visita  ao então prefeito Dr. Humberto Macário de Brito que de pronto autorizou a secretaria atender no que precisássemos.  No fim do ano, mais de uma centena de alunos ingressavam  no Colégio Estadual por nossas mãos.

Hoje, é muito comum encontrarmos nas ruas do Crato advogados,  professores, economistas, funcionários públicos nascidos no meio daqueles alunos.  Há dois padres derivados daquele nosso trabalho, um deles é  vigário da Igreja Nossa Senhora de Fátima em Fortaleza, e, costuma ligar aos domingos  e informar que celebrou a missa daquele dia em ação de graças e reconhecimento ao nosso trabalho de 48 anos atras.

Dr. Humberto Macário de Brito notabilizou-se, pela nobreza da humildade, pelo trabalho na defesa da vida, pelo caráter e índole de homem manso, porém, valente se preciso fosse.

Como médico salvou vidas, como homem publico deu exemplos de grandeza, nunca foi subserviente. Na politica foi  Prefeito, Deputado e Secretario Estadual da Saúde.

Homem independente, levado pelas coisas simples e pela admiração e respeito aos amigos. Na nossa ultima visita sentimos a alegria do convívio iniciado há quase 50 anos atrás.

3 comentários:

  1. Pela manha e a noite preparávamos os alunos, a tarde tomávamos aulas no colégio. Não sobrava tempo para malandragem. Da nossa turma no Colégio Estadual, dos 31 alunos 10 se formaram em medicina, 03 engenheiros, 02 advogados, 03 dentistas, 04 enfermeiros, e os demais seguiram carreira em bancos e repartições publicas por meio de concursos. Eramos uma turma querendo aprender e um grupo de professores sabendo ensinar.

    ResponderExcluir
  2. Lembro como se fosse Hoje o bilhete que mandou pra Secretária de Educação, "Lucineide, atenda a toda necessidade dos portadores." E assim surgiu o nosso curso de Admissão. Gratuito das aulas ao material escolar, incluindo a merenda feita por Dona Lurdinha. Se não somos famosos pela profissão, temos a convicção que contribuímos na educação de alguns Cratenses.

    ResponderExcluir
  3. Nós seguíamos o velho adagio popular : Não te preocupes a colheita, plante o teu irmão colherá.

    ResponderExcluir