Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Barbara de Alencar, a Heroina.


Li no Blog do Crato e no CaririCult texto do Hugo Esmeraldo Sobreira e acompanhei as controvérsias dos comentaristas a respeito de Dona Barbara de Alencar.

Não sou pesquisador nem historiador mas como observador da historia entendo que a demagogia politica é capaz de tudo. Estou no Crato há exatos 47 anos e neste período já vi de tudo. Politicamente os que hoje estão juntos já foram divergentes noutras temporadas.

Já estive em eventos como convenções de partidos políticos, convenções para lançamento de candidaturas, comícios e outros movimentos de interesse da cidade do Crato. Em épocas recentes, houve candidatos e candidatas, do Crato, que antes mesmo de se apresentarem ao grande publico, estufavam o peito, encaravam a plateia e arrotavam ao microfone: Eu sou descendente de Barbara de Alencar.

Como o Crato, hoje em dia, não tem nem um filho na Assembleia Estadual, Câmara Federal ou Senado, ( o deputado Ely não teria sido eleito apenas com os votos do Crato e também não é descendente de Dona Barbara), eu estou convencido que o Seminário, o Barro Vermelho, a Batateira, o Muriti, a Grota, em fim o Crato não está tomando sua decisão politica com base no que foi ou deixou de ser Dona Barbara de Alencar.

 Talvez por conveniências os debatedores se aborrecem quando as suas ideias não são consenso, quando não há uma unanimidade em torno delas e partem, muitas vezes, para a agressão pessoal. Esquecem até que a melhor maneira de defender as suas ideias é justamente respeitando as ideias alheias.

De tanto ver imposições e agressões eu deixei de levar a minha singela opinião até porque sei que ela nada vale.

4 comentários:

  1. É... Morais... Crato é minha terra natal, embora distante, quero ver resultados!!!

    ResponderExcluir
  2. Caro Amigo Morais,

    Discordo de que sua opinião nada vale. Ele vale e é de muito valor.
    A única opinião que nada vale é aquela que não foi dada.

    Abraço,
    Tarciso.

    ResponderExcluir
  3. Maria Gloria.

    Quando começaram a surgir denuncias de insatisfação popular com o atendimento da municipalidade, tudo foi feito para desqualificar a midia acusando-a até de chantagista. Porem essa situação fugiu do controle e as reclamações vieram dos cidadãos veja esse depoimento do Dr. Jose Kleber Callou Filho num Jornal de circulação regional.

    Lamentavel.

    Alem de se encontrar falida e sem gerenciamento,a saude do Crato encontra-se em estado falimentar. Até mesmo o Sitio Romualdo, berço e residencia da atual secretaria de saude do Crato, encontra-se há mais de dois mezes sem medicos para atender a população da area que ainda abrange, sitio Currais, Baixio das palmeiras, Baixios dos Oitis, Baixios dos Monteiros e Santa Rosa. São enfermos, idosos, portadores de necessidades especiais e crianças desassistidas por completo. Agora, imagine como se encontra essa população que reside há mais de seis km da sede do municipio sem atendimento medico-odontologico e ainda ter que enfrentar as estradas vicinais todas em estado precario de trafico sem manutenção. Onde se encontra o ministerio publico que não intervem em favor da sociedade? O que faz a camara municipal que conta com seis vereadores eleitos pela oposição e nada se manifesta? Enfim, onde o Crato vai parar?

    Dr. Jose Kleber Callou Filho.

    ResponderExcluir
  4. Tarciso.

    Obrigado pelo comentario. Recebi o seu e-mail, acompanhe o Blog farei a postagem em breve.
    Abraços.

    ResponderExcluir