Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Dois tempos de minha vida escolar - Por Antônio Morais.


Dois tempos de minha adolescência escolar. Educandário Santa Inês, Várzea-Alegre professora Elisa Gomes Correia, sou o segundo da esquerda para direita. Filheira detrás.


Já taludo, com 19 anos, Colégio Estadual - Crato, sou o quarto da esquerda para direita, aparecendo a cabeça por trás de uma colega. Lembro de todos eles, sei os seus nomes, sempre os vi e vejo com o olhos de um irmão.

A proveito para deixar minha gratidão e reconhecimento as duas instituições de ensino lideradas, à época, por Elisa Gomes Correia e por Manuel Batista Vieira, o saudoso Vieirinha, virtuosos e nobres mestres, a eles sou e serei sempre um eterno devedor do legado de bons exemplos deixados para a humanidade.

Um comentário: