Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


quinta-feira, 27 de abril de 2017

051 - O Crato de Antigamente - Por Antônio Morais.


José Bezerra Filho, Zelo, era servidor da prefeitura do Crato, à época cobrava impostos "in loco".

Certa feita, quando passava em frente ao freje de João Nonato, na Rua Monsenhor Esmeraldo, foi chamado por um desconhecido :

Seu Zelo, entre aqui que eu quero lhe mostrar uma coisa engraçada.

Seguiram por uma viela até chegar a um salão, onde quatro sujeitos nus da cintura para cima jogavam baralho; cada um com uma rapariga na perna e tomando cerveja no mesmo copo.

Aí o cidadão falou:

Veja lá, seu Zelo, os três piores vícios do mundo, todos juntos : jogo, bebida e rapariga.

Um comentário:

  1. Jogo, bebida e rapariga os piores vícios do mundo. Bem definido.

    ResponderExcluir