Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

015 - Precioosidades antigas de Várzea-Alegre - Por Antônio Morais


Foto Vicente Cesário e  os filhos.

Se houve crime ambiental está prescrito. Por essa razão  passo a contar  a história de  uma caçada dos amigos Vicente Cesário e Raimundo Teixeira em Várzea-Alegre.

Meio de transporte um jeep, mantimentos dois litros de conhaque, ferramentas duas espingardas e farta munição. Local sitio Salão, e  vamos juntar rolinhas, caxexas, caldo de feijão  e fogo pagou.

Retornando a  barbearia, bateram o centro com uma cerveja  bem gelada e, o Vicente Cesário, depois de fazer uma bela de uma farofa tirou  uma rolinha torrada, deu uma mordida  na titela, saboreou  e  lascou : Quem fez essa rolinha não experimentou antes de fazer. Se tivesse experimentado teria feito do tamanho  de um urubu. 

Um comentário:

  1. Vicente Cesário, eterna lenda do humor e da graça de Várzea-Alegre. Resgatar sua memória é obrigação de cada varzealegrense que ama sua cidade e sua historia.

    ResponderExcluir