Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


quarta-feira, 4 de maio de 2016

Planalto reage à PGR e acusa Delcídio de mentir - Por TÂNIA MONTEIRO - O ESTADO DE S.PAULO.


Para o governo, as denúncias feitas pelo senador 'são absolutamente levianas e mentirosas'

O Palácio do Planalto decidiu não deixar sem resposta a decisão do Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, de pedir abertura de inquérito no Supremo Tribunal Federal da presidente Dilma Rousseff, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo.

Os três poderão serem investigados – caso o STF dê autorização - por acusação de tentativa de obstruir as investigações da Operação Lava Jato, com base na delação premiada do senador Delcídio Amaral (sem partido-MS) e na tentativa de Dilma de indicar Lula ministro-chefe da Casa Civil. Para o governo, as denúncias feitas por Delcidio “são absolutamente levianas e mentirosas.”

Em nota divulgada às 23h30, o ministro Cardozo disse que “a abertura de inquérito irá demonstrar apenas que o senador, mais uma vez, faltou com a verdade, como aliás já anteriormente havia feito quando mencionou ministros do Supremo Tribunal Federal na gravação que ensejou a sua prisão preventiva”. O ministro lamentou ainda que “mais uma vez, um inquérito sigiloso tenha sido objeto de vazamento antes mesmo que quaisquer investigações pudessem ser feitas acerca das inverdades contidas na delação premiada do senador”.

Para divulgar a nota, a presidente Dilma e o ministro Cardozo trocaram telefonemas e discutiram os termos da resposta à ação do Procurador Janot. A presidente estava “indignada” com as acusações, disse um dos seus interlocutores.

Um comentário:

  1. Indignada está a população com tantos criminosos no governo.

    ResponderExcluir