Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


sábado, 14 de janeiro de 2017

Causos de Várzea-Alegre - Por Antônio Morais.

Raimundo Lucas, "Bidim", o grande poeta, de Várzea-Alegre, nasceu e se criou no Chico, localidade rural do município. 

Nos tempos de juventude amargou uma paixão condenada por uma prima conhecida por Maria. Paixão, quem não a teve.

Um dia, num terço para ver se havia um bom inverno, a sala empilhada de gente, Maria fez um movimento brusco, e, soltou um peido.

O poema a seguir, feito pelo Bidim no momento do acidente comprova o que digo sempre :

Quando se quer bem, o sovaco não fede, não tem mal halito nem se sente a inhaca do chulé.

Veja como Bidim declarou seu amor por Maria :

Eu estava ajoelhado,
Quando uma pobre moça.
Peidou com tanta força,
Que fiquei admirado.


O peido foi tão danado,
Que o vestido encheu.
De vergonha ela correu,
A pobrezinha tremendo.
Eu fiquei de cá dizendo,
Foi grande, mas não fedeu.

Um comentário:

  1. Raimundo Lucas Bidinho, um dos grandes poetas populares do Ceará.

    ResponderExcluir