Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


quinta-feira, 4 de maio de 2017

072 - Preciosidades antigas de Várzea-Alegre - Por Antônio Morais.


Na foto Raimundo de Adélia e seus pais Adélia e João. 

Lembro-me muito bem do Café de João de Adélia. No final  da Rua José Correia Sobrinho ficava a Sapataria de José de Ana  do Roçado Dentro, e,  logo a segui o café do casal. 

Ali se degustava o melhor bolo ligado, tomava-se um café donzelo, um tijolo de leite com rapadura de primeira qualidade, além de um papo gostoso e um leriado alegre e bem humorado que só o varzealegrense sabe ter. 

Da antiga pracinha que, à época era dos namorados e não dos motoristas como, hoje em dia,  era um pinote para o café.

Um comentário:

  1. Um resgate dos meus tempos de menino. O casal tinha uma ninhada de filhos trabalhadores e honrados. Parabens a familia.

    ResponderExcluir