Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


terça-feira, 25 de abril de 2017

068 - Preciosidades antigas de Várzea-Alegre - Por Antônio Morais.

Deputado Luiz Otacílio Correia.

Em Várzea-Alegre, como em todas as cidades, existem bêbados chatos e conhecidos supostos valentões.

Certa vez, Otacílio Correia estava sentado na calçada da barbearia do Vicente Cesário, quando chega Chiquinho de Pedro Belo, inconvenientemente melado.

Deputado Otacílio, amigo velho, estou aqui para servi-lo em qualquer situação, mande-me matar, roubar, votar ou dar uma sova em qualquer um que seja.

Neste momento Otacílio avistou no Bar do Nego de Aninha, Mundoca Jucá, homem que não abria pra nada, descendo do seu Jeep. 

Então, aproveitou a ocasião e disse : Chiquinho eu não gosto de Mundoca Jucá, dê umas pancadas nele.

Aí o Chiquinho baixou a cabeça, pensou, pensou, e já se tremendo todo falou : Deputado Otacílio, não dá para o senhor arranjar um mais frouxo, não.


Um comentário: