Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


terça-feira, 27 de junho de 2017

101 - Preciosidades antigas de Várzea-Alegre - Por Antônio Morais.

Foto - Capela da família Vieira no Sitio Cristo  Rei  distrito de Calabaça - Várzea-Alegre -Ceará.

Esta historinha eu ouvir de Raimundo Batista de Menezes que ouviu do seu tio Vicente Vieira da Costa, pai do nosso querido Padre Vieira.

Estou repassando pelo preço que recebi. Nem mais nem menos. Um caboclo da Carrapateira se casou com uma moça do Cristo Rei. Três semanas depois a mãe do rapaz foi lhe fazer uma visita. Você sabe como é o cuidado da mãe com o filho, o ciume, coitadas das noras.

Ao encontrá-lo se viu diante de um homem abatido, totalmente desfigurado. A mãe resolveu levar o filho ao médico. Quando o médico viu o estado do rapaz perguntou : O que houve com você meu amigo? 

Eu, me casei, estou de lua de mel, e o senhor sabe, né?

Eu vou lhe passar uma medicação e uma dieta. Você vai tomar o remédio direitinho, e, só vai fazer sexo nos dias da semana que tem a letra "R" ou seja terça e quarta feiras.

Quatro semanas depois, o sujeito saiu do banho bem cheirosinho, enrolado numa toalha e perguntou para esposa : Meu bem, que dia é hoje?

Ela respondeu - Eu pensava que tu sabias que hoje é "Sarbado".

Igrejinha da família Vieira do Cristo Rei, onde se deu o casamento.

2 comentários:

  1. Um dos templos mais bonitos que conheço.

    ResponderExcluir
  2. Realmente, uma belíssima capela.
    Creio que pouquíssimas localidades da zona rural do Nordeste possuem uma capela igual a de Cristo Rei.

    ResponderExcluir