Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

359 - Preciosidades antigas de Várzea-Alegre - Por Antônio Morais.


Depois que o Dr. Sávio Teixeira curou Imaculada de Chico Porfírio, de uma desidratação acompanhada de uma forte dor de barriga, Chico demonstrando muita gratidão, começou a mandar presentes para o médico.

Alguém batia palmas na porta, quando o pai do Dr. Sávio atendia já escutava a voz do portador dizendo :
Taqui qui Chico Profírio mandou pru Doutor!

Era mel de engenho, batida, rapa de gamela, rosário de coco, pitombas, jatobá, jenipapo, preá e tatu  abatido e até um papagaio que não falava nada.

Um certo dia por ocasião de um comício no distrito de Calabaça, o Dr. Sávio se encontrava com alguns amigos tomando umas cervejas numa bodega, quando chegou Chico Porfírio com o queixo inchado falando para o proprietário da Bodega:
"Dudé! Distranque uma ceuveja do fundo do pote pru doutor qui eu pago. Foi ele qui curou Imaculada minha, daquela caganeira".

"Eu só num vou tumar tombem, pru cauza qui onte Dr. Osvaldo distraiu um dente neu".

MV.


Um comentário: